Relacionamento

Tipos de mulheres que metem medo nos homens!

Tipos de mulheres que metem medo nos homens. Além disso, Elas são bonitas, sensuais, independentes e muito felizes.

Mas quando se trata de relacionamentos e paquera, a reclamação é quase sempre a mesma:

Os homens parecem se sentir ameaçados por elas e geralmente fogem do jogo da sedução.

A verdade é que os homens não estão preparados para lidar com mulheres muito exuberantes.

Elas fazem parte do imaginário deles, mas quando elas estão bem à sua frente, eles se inibem e não conseguem evoluir na aproximação.

Tipos de Mulheres que Metem Medo nos Homens

Entretanto, a beleza não é a única barreira entre o sexo feminino e o masculino.

A autoconfiança e o sucesso profissional também são quesitos que geram insegurança nos homens.

Quando as mulheres são consideradas poderosas, eles ficam com medo.

Grande parte dos homens tem o desejo de cuidar de suas mulheres, isso faz parte da natureza masculina.

Portanto quando eles se deparam com mulheres que têm autonomia e autoconfiança suficiente para fazerem isso sozinhas, eles se sentem desnecessários.

Esse não é um pensamento racional, na verdade esse é um pensamento que surge em um nível inconsciente da mente masculina, mas que atua com muita força na hora de tomar decisões.

E o que fazer nesses casos? Ficar menos bonita e sensual? Claro que não!

De maneira geral, a aproximação entre um homem e uma mulher bonita demais leva tempo.

É como se ele tivesse que encontrar uma brecha para se inserir na vida dela e se fazer importante na rotina dela.

Dessa forma, ele consegue exercer alguma função na relação.

Com o tempo, ele diminui as barreiras psicológicas que existem no seu subconsciente.

Tipos de mulheres que metem medo nos homens

Mulheres lindas e poderosas abalam a confiança masculina. 

No mundo de hoje, as mulheres lutam para conquistar igualdade, força e independência, seja no campo pessoal ou profissional, na sociedade como um todo.

As mulheres de hoje em dia não precisam que um homem as mantenha financeiramente ou socialmente.

Porém, o ponto negativo dessa nova ordem mundial é que essas características trazem medo e insegurança aos homens, pois existem aqueles que acabam se sentindo desafiados no seu papel na sociedade.

Outro ponto importante é a necessidade de controle masculino sobre a mulher que alguns homens possuem.

Neste caso a coisa complica um pouco mais, pois a mulher de hoje dificilmente se permite ser controlada.

O ciúme também é um grande causador de problemas, pois quando uma mulher é independente e não permite ser controlada, causa desconfiança em homens potencialmente inseguros.

Deixar a independência de lado e assumir uma postura submissa não é a saída.

O segredo está na igualdade das partes. Muito poder e beleza assustam e é preciso dosar a intensidade com que a mulher está demonstrando isso.

Será que ela está sendo autêntica ou está tentando intimidá-lo por algum motivo?

Afinal, Por que Eles Não Sabem Lidar Com Mulheres Poderosas? 

Antes, os homens tinham a função de proteger, acolher, suprir e cuidar da parceira.

Agora, mesmo com a mudança nos papéis sociais, eles buscam uma relação na qual possa haver troca, onde ele também tenha algo a oferecer.

Muitos homens não conseguem lidar com mulheres bonitas e poderosas por uma questão de imaturidade emocional.

É como se ela representasse muitos desafios para eles vencerem em relação ao orgulho e ao papel de macho dominante.

Muitos chegam a se sentir desrespeitados, como se a força feminina e sua independência os fizesse ter que assumir um papel ao qual não gostam ou não querem.

Isto pode estar ligado também à questão da imagem do homem perante os demais de seu grupo.

Depois de tantos séculos nos quais a cultura machista predominou em nossa sociedade.

Os homens estão despreparados para conviverem com mulheres fortes e independentes numa relação harmônica e sustentada no reconhecimento do valor do feminino.

Ainda bem que não são todos os homens que pensam desta forma e se sentem desconfortáveis na presença de uma mulher assim.

É preciso que haja, por parte dele, admiração e reconhecimento à capacidade da mulher e respeito pela sua liberdade, pois afinal ninguém é de ninguém.

Sair da versão mobile