Relacionamento

As 4 maneiras de beijar que deixa os homens loucos

Maneiras de beijar que deixa os homens loucos. Além disso, o beijo pode ser uma forma de carinho, entrega e até mesmo intimidade entre casais.

Muitas vezes, é por ele que se dá boa parte da conquista, e claro, caso ele não seja tão bem executado, pode fazer com que se perca boa parte do encanto também.

maneiras de beijar que deixa os homens loucos

O beijo também e muito importante para casais que já estão juntos há algum tempo, pois com ele é possível manter a paixão e fazer com que o amor só aumente.

Que o beijo enlouquece tanto os homens que já estão em relacionamentos quanto os que estão apenas na fase da pegação todos sabem, mas o que muitas mulheres não sabem é que existem alguns tipos de beijos que enlouquecem qualquer homem.

Confira uma lista aonde traremos algumas maneiras de beijar que deixa os homens loucos.

Beijos com carícias nos lábios:

Os lábios são uma parte sensível, e no momento do beijo é de suma importância acariciá-los, isso pode provocar uma vontade maior ato do beijo.

Beijos que vão além da boca:

Esse tipo de beijo deve ser guardado para ser executado em lugares mais reservados, pois envolvem muita intimidade.

No beijo que vai além da boca é necessário que haja carícias pelo corpo do parceiro e também beijos em outras regiões, como por exemplo, pescoço e orelhas, que são regiões muito sensíveis.

Beijo de língua:

O tradicional nunca perde sua força, e não seria diferente com o beijo. O beijo de língua tem o poder de enlouquecer qualquer pessoa.

Beijos íntimos:

Os homens adoram sexo oral, e sim, ele pode ser considerado como beijo.

Embora a prática não seja aprovada por todas as mulheres ela pode deixar qualquer homem louco, portanto, se você se sente à vontade com o ato, aposte nele, pois será uma forma de conquistar o parceiro.

Com isso, é importante lembrar sempre que o beijo não deve ser morno ou frio, seja de qual tipo ele for, mas sim vir acompanhado de um grande desejo, pois isso fará com que o ato seja ainda melhor.

É de extrema importância destacar que o artigo acima não tem nenhuma base científica, portanto, pode haver exceções de homens que não gostem dos itens citados acima.

Lembramos que o comparativo da pesquisa não exprime algum tipo de ideologia ou apologia a tal tema de responsabilidade do site, estamos apenas reproduzindo um conhecimento científico.

Sair da versão mobile