Scroll Top

Vídeo Revela: Como Conquistar o Homem dos seus Sonhos e se Tornar uma Mulher IRRESISTÍVEL.

Coloque o seu e-mail:

Comportamento Relacionamento

Os 4 Erros Mais Comuns que as Mulheres Cometem nas Relações

Antes de ler o Artigo, Curta-nos Abaixo!

Os 4 Erros Mais Comuns que as Mulheres Cometem nas Relações
3.8 (76.15%) 26 votes

Os 4 Erros Mais Comuns que as Mulheres Cometem nas Relações. Além disso, se não pretende cair nesta “armadilha” saiba o que deve fazer para se distanciar destes padrões viciantes. Os erros que as mulheres cometem nas relações não passam pela gula, ira ou preguiça, mas sim pela submissão, a impostura e a dependência.

Há algumas mulheres que tendem a seguir caminhos e padrões destrutivos, que acabam por gerar sofrimento para ambas as partes e que também podem chegar a ser viciantes, mas de uma forma doentia.

Erros como a intermitência, impostura e dependência fazem com que as mulheres se contentem com o fato de serem mal amadas. Se é o seu caso, tem que olhar para a sua relação de forma objetiva e procurar a felicidade. Então, confira Os 4 Erros Mais Comuns que as Mulheres Cometem nas Relações:

Intermitência: Neste caso assistimos a uma relação de altos e baixos que é motivada pela excitação da incerteza se deve continuar ou não. É normal para quem se encontra do outro lado não conseguir perceber as reconciliações, mas as mulheres acham sempre que desta vez será diferente, porque assumem a culpa para tentar salvar a relação.

O que não entende é que por vezes nem tudo depende de si, pois existem formas más de amar que não irão mudar, nem por muito que tente. Precisa sobretudo de parar, não existe melhor forma para por um fim a uma relação deste tipo que não seja o seu final de uma vez por todas.

Impostura: As mulheres que acabam por cometer este erro tem o síndrome da Cinderela. Este manifesta-se quando deixa de saber quem é, duvida do seu valor e sobretudo sente que tem de esforçar-se continuamente para agradar o seu parceiro. Acaba por sentir-se uma fraude e tem medo de ser descoberta, por isso torna-se uma “estagiária” que precisa de aprovação constante por parte do parceiro.

Dependência: Todos sabemos que a paixão é uma droga, por isso, existe um síndrome de abstinência. Angústia, insônias, perda de apetite, náuseas e tristeza profunda, estes sintomas são claros de que a sua relação já se transformou numa relação de dependência.

Esta acontece com alguma frequência nas relações extra conjugais, isto é, a mulher sabe que o seu parceiro não vai deixar a sua mulher legítima e mesmo assim opta por ignorar e vive com a esperança de que tudo um dia vai mudar.

A melhor maneira de voltar a ser dona de si mesma é finalmente aceitar que não passa de uma amante na vida do homem que ama, só depois de se mentalizar é que irá conseguir abster-se de tudo o que ele lhe lembra. Vai acabar por sentir-se mais segura e também mais leve.

Submissão: Este erro pode ser praticada por qualquer pessoa, quer seja no trabalho, com amigos ou até mesmo com o namorado, mas no caso de ser praticado por uma mulheres numa relação, o efeito acaba por não ser o mais desejado.

É normal que tende agradar o seu companheiro, mas nunca pode deixar de fazer tudo o que fazia antes por ele. O seu companheiro pode acabar por queixar-se que o está a sufocar, mesmo quando lhe fez todas as vontades.

Demonstra ainda medo que ele prescinda de si e mais tarde ou mais cedo ele acabará por trocá-la por outra mulher e aí vai aperceber-se que está sozinha e perdeu a sua própria identidade.

Gostou do Artigo? Então, Curta-nos Abaixo!

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.