Scroll Top

Vídeo Revela: Como Conquistar o Homem dos seus Sonhos e se Tornar uma Mulher IRRESISTÍVEL.

Coloque o seu e-mail:

Dicas de Rápidas

Dor nos Seios, Saiba o que é e Como Aliviar

Gostou do post? Avalie!

Dores sempre são indicativos de que algo não está bem, assim como algumas doenças que não apresentam dor, e essas são as mais perigosas, mas aqui iremos falar especificamente das dores nos seios. Além disso,em geral o câncer de mama não dói, ele só provoca dor quando o tumor é volumoso ou quando se apresenta sob a forma inflamatória, o que é raro. Saiba que há tumores benignos que também não doem, da mesma forma que há inflamações no seio que nada têm a ver com câncer. Dor no seio (ou dor mamária, mastalgia, mastodínia) é coisa bastante comum na vida de qualquer mulher. Decorre quase sempre de uma tensão nos tecidos mamários, provocada por mudanças hormonais e cistos (bolsas d’água ou de leite). Essa tensão costuma se manifestar com mais frequência na fase pré-menstrual, durante a gravidez ou quando os seios estão ingurgitados de leite na fase da lactação.

dor-nos-seios-saiba-o-que-e-e-como-aliviarQuando, porém, as Dores nos Seios estão acompanhadas de vermelhidão ou outro sinal inflamatório no seio, exige de nós e de nossos médicos atenção redobrada. Seja para evitar que a inflamação atraia infecção, seja, principalmente, para termos certeza de que não estamos diante de um câncer. Cistos são eventos benignos bastante frequentes. Doem quando são muitos ou quando aumentam de volume mas podem igualmente ser reabsorvidos pelo tecido mamário. Só exigem biópsia quando apresentam certas características, como células, massa ou sangue no seu interior.

Os especialistas acreditam que o estresse, a ansiedade e a depressão podem promover a liberação de substâncias no cérebro que reduzem ou aumentam a liberação de determinados hormônios femininos, levando os tecidos de certos seios mais sensíveis a apresentar reações que produzem dor. Às vezes, a dor no seio não tem origem no seio. Vem de fora. Nesse caso, ela é apenas o reflexo de um problema em outro lugar, como, por exemplo, compressão de nervos no pescoço, nas costas ou na coluna vertebral, entre outros.

Embora sabendo que as dores no seio são quase sempre de origem benigna, não devemos negligenciá-las nunca, pois as exceções existem e é melhor não dar chance a elas. Toda dor no seio deve o quanto antes ser comunicada ao médico com vistas a investigar suas possíveis causas antes de achar que o resultado é apenas de alterações funcionais benignas da mama, antigamente conhecidas por displasia.

Principais Tipos de Dor nas Mamas:

A dor mamária cíclica: ocorre poucos dias antes de cada menstruação e é caracterizada por uma intensidade variável que geralmente afeta ambos os seios, intensificada no topo das mamas e axilas. Geralmente vem acompanhada de outros sintomas da síndrome pré-menstrual (TPM), tais como dor de cabeça e de estômago. Este desconforto é muito comum e não necessita de qualquer tratamento, uma vez que desaparece no final de cada menstruação, mas, no entanto, um bom conselho para evitar a sua ocorrência pode ser uma redução da ingestão de sal durante a segunda metade do ciclo menstrual, já que o sal aumenta a retenção de líquidos no organismo.

A dor na mama não cíclica: é a que não está relacionada com o ciclo menstrual, e geralmente afeta apenas uma mama ou uma parte particular da mesma. Esta dor pode ser causada por várias razões, tais como o peso excessivo das mamas (recomendamos o uso de um bom sutiã e exercitar-se regularmente para fortalecer os músculos dos seios) ou alterações hormonais durante a lactação (recomendamos a aplicação de óleos ou cremes hidratantes e protetores absorventes descartáveis de algodão) ou menopausa. Outras causas podem ser por um ferimento devido a um golpe no peito, mastite, ou inflamação da mama, ou o aparecimento de tumores. A maioria dos tumores produzidos nas mamas são benignos (não cancerosos) e são geralmente devido ao surgimento de bolsões de líquido ou cistos que vão curar com a remoção deste líquido por meio de punções, assim eliminando a dor.

Aliviando as Dores nos Seios: A dor nas mamas ou mastalgia é um desconforto comum (embora raramente grave) geralmente causada por alterações hormonais significativas, devido, por exemplo, a puberdade, gravidez, lactação ou menopausa.

Na verdade, não existe uma maneira de evitar a dor nos seios 100%, sendo aconselhável uma boa higiene e o uso de sutiãs adequados. Se a dor é muito intensa ou persistente, se ocorrem secreção de sangue nos mamilos, vermelhidão ou inchaço, você precisa ver um mastologista/oncologista/ginecologista, para descobrir afundo se você precisa de algum tratamento mais específico. Espero que todas as suas duvidas tenham sido sanadas nesta matéria e até mais

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Recomendados para você:


Relfake

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.